Quarta-feira, 5 de Agosto de 2009

Manuela Ferreira Leite igual a si mesma

Embora o Conselho Nacional do PSD tenha sido à porta fechada, o facto é que os mais atentos puderam assistir quase on-line a tal reunião e, sinceramente, achei uma aberração e um duro golpe na democracia interna (?) do PSD.

 

Parece que afinal MFL não brincava quando referiu a celebérrima frase de que para uma reforma, do que quer que seja, se devia "suspender a democracia por seis meses". Nesta linha, parece que o verniz estalou ainda antes do previsto!

 

Eu não gosto, nem costumo, meter-me na vida interna dos outros partidos, mas aquilo que se passou deixa transparecer o absolutismo e o totalitarismo de quem diz praticar uma política de verdade. Assim até é fácil, esmagar logo à partida os seus opositores, mesmo contra a vontade das distritais e colocar apenas os seus amigos dos tempos áureos do cavaquismo.

 

Melhor ainda foi ir buscar, aliás impôr, nomes como  António Preto e Helena Lopes da Costa com conhecidos problemas com a justiça, o que valeu a MFL um valente puxão de orelhas do líder da distrital de Lisboa, dizendo mimos como: «Esta foi uma política de mesquinhez assumida pela direcção nacional do partido, a verificar-se no Conselho Nacional».

 

Parece que aqueles chavões que MFL refere nos seus últimos cartazes, são apenas para os outros cumprirem, porque nestes lados o que prevalece é mesmo uma política digna do "Estado Novo".

publicado por Ricardo_Barros às 09:15
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Manuela Ferreira Leite ig...

.arquivos

. Junho 2013

. Junho 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

.tags

. todas as tags

.links

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds